#razõespara decorar hall de entrada


08.03.2018
Redação

O hall de entrada é a primeira divisão com que nos deparamos a entrar em casa e é também aquela que acolhe os nossos convidados quando vêm a nossa casa. Por isso, é muito importante ter uma boa decoração e uma boa organização deste espaço. A entrada de uma casa é também o reflexo do que há nas restantes divisões da casa, e por isso não devemos negligenciar tanto o hall de entrada como o corredor, independentemente das dimensões e configurações. Devemos tornar o cenário bonito para uma entrada agradável e funcional. Mostramos-lhe algumas opções de como decorar o hall de entrada.



Mais de que lugar de passagem, o hall de entrada é também o ponto central da nossa casa. É por lá que entramos e saímos. É, por isso, fundamental que a entrada seja funcional e que seja dotada de móveis práticos e adequados ao espaço. Para tornar um espaço confortável, para além dos móveis típicos de hall de entrada, pode colocar um banco de entrada ou um pequeno sofá para se calçar tranquilamente ou uma sapateira para arrumar sapatos, que seja discreta e estética.

Um hall de entrada espaçoso pode ser uma desvantagem. Se deixarmos este espaço apenas para entrada temos rapidamente a sensação de perder espaço. Para isso, devemos aproveitar o espaço ao máximo criando zonas de arrumação, tais como uma pequena biblioteca ou espaço de leitura, sem por isso reduzir o espaço.

Se tem uma casa com mais que um piso e tem escadas no hall de entrada, há várias formas de tirar proveito delas, tais como, criar uma arrumação no vão das escadas. Várias gavetas, cabides ou prateleiras, ao seu gosto. Desta forma, tem onde guardar sapatos, casacos, chapéus, malas, etc. Pode projetar um pequeno escritório para organizar, por exemplo, papeladas domésticas ou simplesmente um cantinho de leitura ou de descanso.

Se o seu hall de entrada é estreito, decorá-lo é mais fácil do que possa parecer. Primeiro defina para que quer o hall de entrada, se é para arrumação ou apenas para espaço decorativo, depois de decidir escolha o que quer colocar no espaço. Por exemplo, prateleiras, ganchos de parede, nichos, espelhos, móveis que embora estreitos tenham arrumação ou então um móvel multifuncional com gavetas, banco e cabide, de forma a ser prático.

Para decorar opte por detalhes simples, tais como um tapete, uma pintura diferente, uns quadros, uma tela de arte, flores, plantas, cestos, espelhos, vasos...

Quando passa para o corredor, seja ele estreito ou não, não podemos esquecer que este é um ponto de passagem que nos encaminha para as várias divisões da casa. E por ser um ponto de passagem e de curta estadia acabamos por descartar a decoração, seja nas cores ou na organização. Em algumas situações, o corredor dispõe de uma grande área, mas se for bem aproveitado pode criar cantos e recantos incríveis na sua habitação.

Se o corredor for estreito pode optar apenas por detalhes decorativos ou apostar em móveis multifuncionais, também pode aproveitar as paredes para colocar umas prateleiras, um chaveiro ou pequenos suportes de cabides, com diversas formas e tamanhos.

Quanto à iluminação, independentemente da divisão, do lugar, do ambiente, a luz nunca pode ser esquecida, deve, pelo contrário, ser valorizada de forma a enriquecer o espaço e a torná-lo acolhedor.

Pode optar por luzes suspensas, candelabros e luzes de teto para iluminar o seu hall de entrada, especialmente nos espaços estreitos visto que estas luzes são diretamente penduradas no teto e não ocupam espaço no chão. Se por outro lado, tiver uma entrada larga e espaçosa pode optar por candeeiros de chão e até colocar candeeiros de mesa num móvel.

Conteúdo retirado e adaptado da página da Homify

Imagens: Homify e Google

 

Veja também

Corredor: como decorar gastando pouco

Difusores: a decoração com cheiro

#Razõespara ter um jardim zen em casa